Início / Entrevistas / Entrevista: Thiago Asmar – Repórter da TV Globo

Entrevista: Thiago Asmar – Repórter da TV Globo

Thiago Asmar esteve presente no III Seminário de Jornalismo Esportivo da ACERJ, e após o evento me concedeu uma entrevista exclusiva. Ele é repórter da TV Globo e na conversa contou sobre quando decidiu ser jornalista e sobre as dificuldades da profissão. O jornalista ainda contou sobre uma de suas experiências mais marcantes no Globo Esporte e deixou um recado para quem deseja trabalhar na área da comunicação.

Que o cara tem talento todo mundo concorda, mas o que poucos sabem é que Thiago em sua juventude nunca tinha pensado em trabalhar na profissão.

“Eu não sabia até meus 17 anos o que eu ia fazer. Não tinha ideia. Até que uma tia minha que era assessora de imprensa, trabalhava em jornal, e me falou: “Cara, você é comunicativo pra caramba, você adora falar, faz jornalismo…”, Eu pensei e falei: “E o que um jornalista faz além de escrever?”, e ela me explicou: “Ah, pode ser assessor de imprensa, pode trabalhar na televisão…”. Gostei e fui seguir a área, mas foi um risco, eu não tinha ideia do que eu tava me metendo. Mas acabei me apaixonando e dou força para quem deseja entrar na área, acho muito legal, principalmente o esportivo”.

Ele ainda contou sobre as dificuldades no inicio da carreira, e também das atuais que existem no ramo do jornalismo:

“Cara, inicio da carreira de todo jornalista é difícil. Você escuta de todo mundo que vai passar fome, ganhar mal, trabalhar fim de semana, feriado… Só que eu dou a maior força, porque eu tive essa dificuldade, não financeira pelas condições da minha família, mas para conseguir emprego, fazer prova de estágio… Eu acho o seguinte, você vai ter dificuldade, mas se ficar mandando e-mail, tentando ligar, você não vai conseguir emprego em lugar nenhum. Você tem que ir no lugar! Você tem que botar a cara. Tem que mostrar para as pessoas que você quer, entendeu? Se você for lá procurar o chefe, ele pode não te receber, mas você está fazendo a sua função. Até chegar a hora que um vai te receber. Tem que botar a cara. Eu já me acostumei em trabalhar fim de semana e feriado, não é mais aquele bicho papão que parecia. Até porque você vai ter sua folga também. Mas as dificuldades existem, o salário é baixo sim, mas você pode ser uma das exceções, você pode abrir a sua assessoria de imprensa, você pode chegar em uma grande empresa… Tem que apostar em você e eu sou a favor, eu dou força”.

Apesar das dificuldades, Thiago vem se destacando cada vez mais na TV Globo participando de matérias super interessantes. A mais recente que fez muito sucesso foi o “Pré-temporada”, no programa Globo Esporte, onde passou alguns dias sentindo na pele como é a preparação dos atletas para manterem a forma e terem bom rendimento dentro do campo.

Ele participou das atividades no Boavista, equipe do Rio de Janeiro, comandado pelo técnico Joel Santana. Lá “sofreu” com os novos companheiros de equipe, principalmente com o atacante Leandrão, que não teve pena e exigiu todo o seu esforço nos treinos físicos. O repórter contou sobre a experiência:

Foi muito divertido. Eu era amigo de alguns jogadores alí, então quando eles me viram eles disseram: “Eu não acredito. O que esse cara ta fazendo aqui?”, e foi muito legal. E para fazer esta matéria, eu achei que deveria fazer tudo o que os atletas fazem, porque ai você vai ganhar o respeito deles. Eles vão ver seu esforço e vão falar: “Caraca, ele ta tentando mesmo!”, “Ele entrou na banheira de gelo”, “Ele vai correr no calor 1 hora e meia”, “Vai comer mal”. Alí eu comecei a ganhar os caras e eles começaram a torcer contra na brincadeira, e foi muito engraçado. Eu falava que iria fazer as atividades e eles “Não vai fazer, tu vai morrer”. Foi muito bom e eu acho que a nossa ideia foi passada, porque a galera da rua fala comigo: “Caraca, os caras penam”, e era isso que nós queríamos mostrar, que os caras tem uma vida que parece ser fácil mas é muito difícil.

Por fim, ele deixou um recado para quem está começando agora na carreira como jornalista:

A principal dica é: Tem que ler? Tem! Tem que estar atualizado? Tem. Até porque, se você não estiver, não vai passar em prova de estágio. Você tem que estar atualizado, tem que ter um texto legal, mas tem que ser cara de pau, você tem que ser “entrão”. Você não pode ter medo de ninguém, tem que falar com o Maradona como você fala com a sua mãe, entendeu? Porque é ai que tu vai ganhar. Todo mundo tem medo, todo mundo fala “Ah, não vou chegar nele, ele vai me dar um fora”, dane-se! É igual azarar menina na noite, você vai tentar, o não é certo, se ganhou o sim você tem uma capa de jornal, entendeu? Então é isso, é ser cara de pau.

Sobre Lucas

Carioca, 20 anos, estudante de jornalismo e apaixonado por esportes.